Morar em Condomínio Novo | Prós e Contras
Vídeos
Morar em Condomínio Novo | Prós e Contras
17, setembro | 2015
Finanças para garotas | Vida financeira independente
Cursos
Finanças para garotas | Vida financeira independente
11, maio | 2016
Mármores, granitos e cubas de apoio esculpidas
Reforma
Mármores, granitos e cubas de apoio esculpidas
26, março | 2014
Novas cores de Quartzo Stone | Como combinar cor da cozinha
Decoração
Novas cores de Quartzo Stone | Como combinar cor da cozinha
09, março | 2016
Taxas e descontos no primeiro imóvel
Apartamento na planta
Taxas e descontos no primeiro imóvel
08, junho | 2016
14  02
2017
Finanças

Milhas no cartão de crédito: vale a pena?

Acumular pontos e milhas, será que vale a pena? É fácil pensar que sim. Afinal, muitas pessoas conseguem viajar e comprar itens com milhas e pontos acumulados. Mas vamos conferir na prática! O mais comum é acumular pontos para trocar por passagens aéreas ou hospedagem (principalmente na fase de preparativos para casamento/lua de mel). E, realmente essa é a melhor ideia. Trocar pontos por produtos, na maioria das vezes é furada, já…

Leia Mais

Acumular pontos e milhas, será que vale a pena?

É fácil pensar que sim. Afinal, muitas pessoas conseguem viajar e comprar itens com milhas e pontos acumulados. Mas vamos conferir na prática!

Milhas e pontos do cartão de crédito: vale a pena?

(via)

O mais comum é acumular pontos para trocar por passagens aéreas ou hospedagem (principalmente na fase de preparativos para casamento/lua de mel). E, realmente essa é a melhor ideia. Trocar pontos por produtos, na maioria das vezes é furada, já que se você somar o que teve que gastar para acumular aqueles pontos, vai ficar mais caro do que ir até a loja e comprá-lo. Só vale a pena fazer esse negócio, caso os pontos já estejam para expirar e não seja suficiente para trocar por passagens ou viagens.

No caso de passagens aéreas, uma dica legal é ficar sempre de olho nas promoções. Alguns sites reúnem todas as companhias e enviam diariamente as promoções vigentes no seu e-mail. Não é difícil ver trechos de ida e volta custarem poucas milhas. Isso acontece porque as empresas aéreas odeiam viajar com assentos vazios. Por isso, vale a pena para eles vender uma passagem mais barata e ter o assento ocupado. É claro que essas promoções geralmente não tem os melhores dias e horários. Mas, a economia geralmente vale a pena.

Seguindo essa lógica de assentos vazios, geralmente as empresas aéreas só fazem promoções mais perto da data do vôo. Então não adianta querer pegar uma super promoção quatro ou cinco meses antes da viagem. Se for possível, espere um pouco mais.

Sabendo disso, para acumular mais pontos algumas pessoas acabam pagando tudo com cartões de crédito, até contas de água e luz, por exemplo. Isso só é vantajoso se você for uma pessoa MUITO regrada. Se você não é uma dessas pessoas, sugiro que assista a este vídeo pois irá mudar a forma como você gerencia seu dinheiro.

O que acontece muitas vezes, é que gastamos mais do que ganhamos. Daí, a fatura do cartão de crédito vem super alta e começa a gerar juros, taxas etc. Por isso, é bom usar o cartão com consciência. Até porque, se você compromete todo o seu salário com a fatura, pode ser que aconteça algum imprevisto (que não pode ser pago no crédito) e não tenha aquele dinheiro reserva.

Principalmente na fase final dos preparativos para o casamento, os gastos são muitos. Por isso, é importante ter todas as contas na ponta do lápis. Mas, se as milhas forem suficientes para “ganhar” a lua de mel, vai ser um alívio financeiro, não é mesmo? ;)

09  02
2017
Casa | Organização

5 passos para organizar a geladeira

Organizar a geladeira pode parecer algo simples, mas é super importante, até porque armazenar alimentos da forma correta ajuda a manter a boa saúde. Algo que facilita muito a vida é organizar a geladeira de uma forma que seja possível visualizar rapidamente o que está disponível. Isso ajuda a evitar o desperdício e saber exatamente o que é necessário comprar. Organizadores Existem organizadores de acrílico que ajudam nessa tarefa. Com…

Leia Mais

Organizar a geladeira pode parecer algo simples, mas é super importante, até porque armazenar alimentos da forma correta ajuda a manter a boa saúde.

Algo que facilita muito a vida é organizar a geladeira de uma forma que seja possível visualizar rapidamente o que está disponível. Isso ajuda a evitar o desperdício e saber exatamente o que é necessário comprar.

Organização de geladeira

Organizadores

Existem organizadores de acrílico que ajudam nessa tarefa. Com eles, todos os produtos ficam bem separados e de fácil acesso. Por falar em separados, é importante deixar alimentos em recipientes com tampa, ou em saquinhos fechados para evitar contato com o ar. Também é interessante setorizar os alimentos em cestinhas. Por exemplo, tudo que você usa no café da manhã em uma cestinha. Assim, é só tirá-la da geladeira pela manhã. Muito mais fácil!

Datas de validade

Sempre fique atento às datas de validade. Por isso, quando chegar do mercado e for guardar as compras, tire tudo que está na geladeira, guarde os novos no fundo e coloque os mais velhos na frente. Assim, vai ser mais difícil perder produtos vencidos.

Tipos de alimentos

Outra dica é ficar atento aos tipos de alimentos. Alguns precisam de mais refrigeração do que outros. Os legumes e verduras, por exemplo, não precisam de tanta refrigeração. Por isso, geralmente as geladeiras tem um gavetão lá em baixo para esse tipo de alimento.

Organização de geladeira

Compartimentos

Os compartimentos da porta, servem para armazenar molhos, conservas e restinhos de produtos enlatados (já em recipientes com tampa). As frutas devem ser guardadas sem lavar, pois elas são sensíveis à deterioração por excesso de umidade e bactérias da água. Só lave quando for consumir. Mas se quiser deixá-las lavadas, guarde-as em embalagens fechadas.

Aquela prateleira mais alta com porta, serve para concentrar o frio. Por isso, esse espaço deve ser reservado para frios, massas frescas e laticínios. Já os ovos não devem ficar na porta, ao contrário do que muitos pensam. Por causa do abre e fecha, existe uma grande variação de temperatura, o que pode ajudar a estragá-los mais rápido. Por isso, devem ficar nas prateleiras superiores (dentro da geladeira).

Frequência de limpeza

Por ser um ambiente úmido, se não estiver bem organizada e limpa, a geladeira pode ficar propícia a proliferação de bactérias. O ideal, é que todo mês, seja feita uma limpeza mais pesada, daquelas que você tira tudo de dentro, limpa e coloca de volta o que está na validade.

Infelizmente a organização da casa demanda muitas tarefas, não só a geladeira. É comum ficarmos perdidas para dar conta de tudo e ainda fazer outras tarefas, trabalhar, estudar, cuidar de filhos etc. Uma dica é ler livros sobre o assunto organização pessoal e organização da casa e fazer cursos rápidos sobre o tema. Esses são ótimos para ajudar na organização da alimentação e na organização doméstica no geral, recomendo muito. Você aprende a dividir melhor seu tempo e ter mais produtividade através de uma rotina organizada, fazendo sobrar mais tempo para você mesma e sua família. É mara! <3

Parece difícil, mas depois que a organização entra nos eixos, fica meio que automático.

Gostaram das dicas de hoje? Espero que com elas vocês consigam organizar a geladeira de uma forma mais prática! :)
Me contem como vocês lidam com a limpeza da geladeira por aí! Fazem frequentemente ou uma vez por mês? (ou uma vez por ano?! hahaha)

07  02
2017
Casa | Finanças | Organização | Organização Pessoal | Vai Casar?

Conta conjunta ou separada? | Finanças para casais

O que é melhor: conta conjunta ou separada após o casamento? Hoje vamos continuar o assunto sobre finanças para casais e como lidar com as contas ao morar juntos. Já tivemos um post sobre como dividir as contas pós-casamento e sugiro que você confira também. Quando um casal decide ir morar junto, é muito importante pensar como ficarão as finanças, que a partir de agora serão dos dois. Pode parecer…

Leia Mais

O que é melhor: conta conjunta ou separada após o casamento?

Hoje vamos continuar o assunto sobre finanças para casais e como lidar com as contas ao morar juntos. Já tivemos um post sobre como dividir as contas pós-casamento e sugiro que você confira também.

Quando um casal decide ir morar junto, é muito importante pensar como ficarão as finanças, que a partir de agora serão dos dois. Pode parecer chato e até precipitado falar sobre o assunto antes de realmente ir morar juntos, mas isso pode evitar alguns aborrecimentos.

Finanças para casais - Conta conjunta ou separada?

(via)

A maior dúvida de muitos casais é: conta conjunta ou separada?

Na verdade, isso depende de cada um. Mas, um benefício de ter contas separadas é a independência. Nada mais chato do que comprar um presentinho e o maridão saber quanto você pagou né? Porém, ter uma conta conjunta também facilita muito na hora de pagar as contas. Por isso, uma boa saída seria ter uma conta conjunta, onde cada um fizesse um depósito de uma porcentagem do seu salário todo mês, e o restante ficaria na conta individual. Assim, qualquer um dos dois poderia acessar essa conta e fazer os pagamentos.

Como os salários geralmente são diferentes, é importante levar isso em consideração na hora de definir quanto cada um vai conseguir depositar. O mais indicado seria, quem ganha mais contribui com um valor maior.

Mas, se ficou definido manter as contas totalmente separadas, então será preciso definir quem vai pagar qual conta. Novamente pensando no valor dos salários, uma boa dica é somar todas as contas e então dividir em porcentagens. Por exemplo, quem tem o salário maior, fica com o pagamento de 70% das contas.

Além disso, é muito importante ter uma poupança que poderá ser usada em casos de emergência ou para a viagem de férias, troca de carro, gastos com a casa e assim por diante.

Sendo assim, cada salário deveria ser dividido em três partes. Uma parte para as contas fixas, uma outra parte para a poupança/investimentos e uma última parte para os gastos mensais.

Outra coisa que deve ser levada em consideração é deixar o cartão de crédito de lado, pelo menos nos primeiros meses do casamento. Nessa fase, ainda estamos aprendendo a lidar com todas as situações novas. Por isso, pode acontecer de gastar um valor no crédito (que a gente acha que vai conseguir pagar) e não conseguir arcar com mais esse gasto. Daí, começam a rolar os tão temidos juros. Alguns casais costumam fazer as compras do mês ou gastos semanais como açougue, tudo no cartão de crédito. Isso pode acabar sendo um problema, porque não dá pra mensurar muito bem quanto está sendo gasto. O melhor é pagar tudo com dinheiro (débito).

Todo esse planejamento nos ajuda a ter uma visão ampla dos gastos mensais e não comprometer mais do nosso dinheiro do que é possível, evitando assim dívidas, juros etc.

Pode parecer meio difícil no começo, mas com o tempo tudo se ajeita. Há quem goste de fazer o controle em planilhas no computador, em aplicativos no celular ou até no papel e isso ajuda muito. Mas, o que importa mesmo é ter uma boa saúde financeira e um casamento mais feliz.

O ideal é quando solteiros, os dois já desenvolverem posturas mais responsáveis nas questões financeiras, assim fica mais fácil quando resolverem morar juntos. Tem um post que fiz ano passado e que pode ajudar demais a lidar com isso, além de te fazer conquistar uma independência financeira muito mais cedo.

Nada como uma vida organizada nas finanças pessoais! ;)

Página 1 de 41812345Última