04  11
2014
Leitores

Jardim de inverno | Pergunte ao Arquiteto

Como fazer um jardim de inverno? Dicas de jardins verticais, jardins pequenos e plantas para serem usadas dentro de casa!

Comprei uma casa na planta recentemente e a metragem total da casa é 47 m², porém 3,34m² será de poço de luz, pois a parede do banheiro é dupla com a casa do vizinho e portanto o banheiro precisa ter ventilação. Não podemos alterar o projeto pois já está aprovado na prefeitura e fazer outro projeto resultará em mais gastos e demora, enfim… pensamos em utilizar esse espaço como jardim de inverno, mas gostaria de ter mais dicas para aproveitar ao máximo esse espaço! Obrigada!
Débora Martins Novo Hamburgo, RS

Olá, Débora!
A primeira vista, precisar de um prisma de ventilação pode parecer um desperdício de espaço, mas com criatividade podemos torná-lo nosso aliado trazendo um canto verde para dentro de nossa casa. Além de resolver a ventilação do banheiro, o prisma pode também garantir  ventilação cruzada ao longo da sua casa, que é algo desejado e importante para mantê-la arejada, fresca e saudável.

Existem alguns elementos que acho importante serem analisados em um jardim de inverno executado em um prisma de ventilação, como:

Cobertura

Sim, você pode fazer uma cobertura, mas uma cobertura parcial e, de preferência, com um material translúcido ou com pergolado, para que, além da ventilação, você tenha também uma boa iluminação.

Plantas

Jardim sem plantas não é jardim. Opte por plantas perenes e pense na possibilidade de jardins verticais

Revestimentos

Além da proteção, já que esse ambiente ficará mais exposto à intempéries, a escolha de revestimentos na parede também proporciona um elemento de destaque para o jardim, assim como um pano de fundo para as plantas. Lembre-se: para evitar infiltrações e mofo é necessário impermeabilizar a superfície em contato com a terra.

Há um mundo de ideias… Por isso, separei alguns exemplos para comentarmos:

jardim-inverno-cma

Cobertura

Nesse caso, optou-se por um pergolado com ripas de madeira, que serve para “suavizar” a iluminação natural. Não consegui perceber se há ou não uma proteção acima desse pergolado, mas você pode ter uma cobertura parcial com algum material translúcido (vidro, policarbonato…), não esquecendo de uma calha na sua extremidade para conduzir a água da chuva.

Revestimentos

Regra de ouro: menos é mais. Foram escolhidos tons terrosos  e o branco.

Terrosos – na cerâmica do piso, nos vasos e, de certo modo, no tom bronze da bacia e da torneira, que fazem as vezes de uma fonte, e da madeira.
Branco – nas parede, observando que, uma delas, tem uma leve textura.

Essa é uma opção que não erra, usando uma base com elementos neutros, em tons naturais, que contrapõem o escuro dos terrosos com o claro dos brancos, fazendo  ressaltas as cores das plantas.

Plantas

Jardins verticais driblam a falta de espaço e são uma opção perfeita para essa proposta.

Espécie do exemplo:
Zamioculca – planta perene, ótima para interiores e lugares com meia sombra pois não tolera sol pleno. Prefere passar sede do que ser regada em excesso.

Projeto da paisagista Juliana Freitas

jardim-inverno-cma-02

Revestimento

Ponto alto desse projeto foi a escolha do revestimento da parede. De um lado um azulejo estampado que remete aos quintais de antigamente, e, do outro lado, um espelho para ampliar esse pequeno jardim. Observe que o restante é em tons neutros – piso em pedra ou imitando pedra, mas sem muita informação e vasos cerâmicos, todos no mesmo tom.

Plantas

Algumas espécies do exemplo:

Jabuticabeira – (Myrciaria jaboticaba) Que tal um árvore? A variação de jabuticabeira chamada “sabará” é a mais indicada para cultivo em vasos.

Aspargo pluma – (Asparagus densiflorus) O aspargo-pluma deve ser cultivado à meia-sombra e é tolerante ao frio.

Pacová – (Philodendron marianum)  Não suporta sol pleno, mas gosta de ambientes iluminados. A irrigação deve ser feita duas à três vezes por semana, sem encharcar. 

Outras coisas:
– uma ideia bacana é colocar os vasos de planta em suportes com rodinhas, isso facilita e muito ao fazer a manutenção de seu jardim.

Projeto de Landscape com o arquiteto Erick Figueira de Mello

jardim-inverno-cma-03

Nesse último exemplo, temos um jardim pequeno, mas nem por isso menos bonito. As plantas não estão plantadas em vasos, como nos anteriores, mas no chão. Aliás, os vasos tiverem outra função, a de fontes.

Revestimentos

Nada mais que um painel em madeira, que pode ser também em outros materiais, até aqueles que imitam madeira. No chão, além da vegetação de forração, temos pedriscos claros que contrastam com o verde escuro e protegem o solo.

Plantas

Algumas espécies desse exemplo:

Clorophito – (Chlorophytum comosum) exige pouca manutenção, pode ser usada em interiores e também em canteiros, bordaduras e forrações. Não suporta o pisoteio e Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil. São tolerantes a pequenos períodos de seca.

Palmeira Phoênix –  (Phoenix roebelenii ) Com crescimento lento, é conhecida como mini-palmeira. Prefere sol pleno, mas pode ser cultivada à meia sombra.

Outra coisa:
– observe que outro elemento interesse à se usar em jardim de inverno são fontes de água.
– se seu jardim ficar exposto à chuva, pense em luminárias que sejam resistentes a água.

Fonte BimBom

Quer fazer a sua pergunta à equipe de arquitetos do Estúdio Ideia também?

É só clicar aqui e preencher o formulário com o seu nome, e-mail, cidade, estado e escrever a sua dúvida!

Conheça a galera do Estúdio Ideia: estudioideia.com

Acompanhe o blog nas redes sociais seguindo:
Twitter ❤ Facebook ❤ Instagram ❤ Youtube ❤ Bloglovin

6 comentários
Deixe um comentário pra mim!

  1. Renata Carvalho
    05.novembro.2014

    Olá Bruna, seu blog está sendo muito útil. Vou começar agora a comprar as coisinhas do apartamento, já havia deixado um recado pra você uma vez sobre o piso vinílico, mas acabei desistindo por causa do preço e por que não tem aqueles vincos que a linha studio da Durafloor tem. Queria te fazer algumas perguntinhas, sou apaixonada pelo piso laminado Carvalho Dover da Durafloor, vi fotos aqui no seu site e pesquisei muito no google também, mas pessoalmente vi uma régua dele e achei ele bem clarinho. Você já viu pessoalmente um ambiente com o carvalho dover? Ficou muito claro? Se não for esse a outra opção seria o carvalho lion ou Arenal. Quero um piso um pouco mais claro pois meu marido quer tudo escuro, e tenho medo de colocar piso escuro e móveis escuros e pesar muito o ambiente, não quero morar em uma bate caverna, rs. Mas ao mesmo tempo quero que ele fique satisfeito também com o piso. Ele gostou muito do Carvalho Lion, mas tô querendo fugir de tons amarelados, gosto mais dos acinzentados… Mais uma vez parabéns pelo Blog.

    Bjus
    Renata

    • 05.novembro.2014

      Oi Re, já vi sim, eu particularmente achei um tom meio termo, nem muito claro, nem muito escuro. Tbm não curto tons amarelados por isso se eu fosse colocar laminado esse tom seria o ideal pra mim! :)
      Bjs

    • Denise
      06.novembro.2014

      Olá Renata,
      Me intrometendo no assunto, eu peguei o Carvalho Dover para o meu apê e achei ele a melhor opção clara-mas-não-branca no mercado (bom, na minha cidade só achei Durafloor e Eucafloor, então não haviam tantas opções para escolher).
      Além disto, o tom dele é bem menos amarelado que as opções similares, o acabamento é fosco e mesmo olhando de perto ele parece “real” (algumas opções podem parecem mais realistas em foto e de pé sobre eles, mas sentando no chão, fica claro que é uma “foto”) mesmo se não tivesse o vinco (mas o vinco faz uma diferença dramática).
      Plano B seria o Durafloor Trend Amêndola Cristal, que tem vincos nos 4 lados (ponto mais positivo), é brilhante (depende do gosto), tem um visual mais rústico (depende do gosto, mas é bonito), a cor varia bem mais dependendo de como pega a luz (e num desses ângulos achei muito amarelado). Ponto negativo é que justamente, sentando em cima dele, de repente ficava falso.
      Em pensar que a primeira opção que eu considerei era o Eucafloor Elegance Mont Blanc…
      Abraço!

  2. Vanubia
    05.novembro.2014

    Ola Bruna !! Estou nesta mesma duvida, lá em casa também terá um jardim de inverno, mas não sei o que fazer ainda hihi Mas me ajudou bastante essas dicas agora e pensar com calma pois sou super indecisa kkkk

    Beijos

  3. 05.novembro.2014

    Adorei o post (: Serve pra quem quer ter plantinhas na varanda de apê também né? http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  4. Amanda
    24.novembro.2014

    ola, estou tentando construir um jardim de inverno sob o solo perto da janela da sala, para aproveitar uma especie de beco que tenho do lado de casa, mas sao muitas duvidas a respeito, do que fazer com o solo para que a agua da chuva nao emposse, e que as paredes nao fiquem com muita umidade. poderiam ajudar?