25  01
2015
Filmes e Séries | Variedades

Necessaire Cultural | Loucas Pra Casar

O clima de casório aqui do blog me levou ao cinema essa semana e, vencido meu preconceito com filmes nacionais, assisti Loucas Pra Casar.

Não sou crítica de cinema, então vou tentar fazer isso da melhor forma possível: uma pessoa comum, indicando um filme para pessoas comuns. Sem técnica, sem muita experiência e sem estragar as surpresas.

loucas-pra-casar

Imagem: Reprodução

Fazia tempo que não assistia filme nacional, inclusive, o último que assisti eu até sei qual foi: Tropa de Elite UM. Aí você faz as contas para ver que o jejum foi bruto. Discuti o assunto na virada desse ano com conhecidos que alegavam ser um pecado da minha parte não dar uma segunda chance ao cinema nacional. Considerei e fiz a escolha certa para voltar a me simpatizar.

O elenco é ótimo. Márcio Garcia dispensa comentários (tentarei deixar esse post o mais unissex possível) embora não faça nada além de ser galã, a Íngrid Guimarães está líndissima, Tatá Werneck (de olhos azuis. Ahn!?) não me enjoou como outras vezes, a gordinha do Zorra sempre fofa e mais uma que todo mundo conhece, menos eu que não assisto TV aberta há mais tempo do que o tempo que fiquei sem assistir filme nacional (opa! Trava línguas). Mãe e sogra são demais. Principalmente a mãe. E um amigo gay para deixar tudo mais colorido (adoro!).

Se você ainda não assistiu, isso aqui deve estar parecendo a língua do P. Então é mais ou menos assim: Estamos falando de uma quarentona bem sucedida em quase todas as áreas. É linda, manda bem como profissional e namora o chefe que é um homem incrível. Só tem um porém: ela quer casar. E isso a deixa transtornada. A tal ponto que leva a descobrir duas amantes do seu namorado, com personalidades totalmente opostas – uma beata pós adolescente e uma experiente dançarina de boate. Sendo ela, o meio termo entre as duas. Moral da história: quem ele vai escolher?

“Nossa, que porre!”. Não… vai por mim: é bom. Porque a coisa muda de figura e toma um rumo que agora-aqui-lendo, você nem pode imaginar. Mas que lá para a cena do resort, mais ou menos, dá para começar a encaixar algumas coisas e ficar intrigada(o).

Mente quem diz que a comédia faz rir o tempo todo. Eu mesma, só fui dar a primeira risada com a Tatá Werneck. Antes disso, nenhuma piadinha funcionou, embora o roteiro seja excelente. Em compensação depois disso, dei boas risadas.

Sobre a mono trilha sonora, eu gostaria de saber se é normal tocar a mesma coisa um filme inteiro. Tipo… eu adoro, os minions adoram, talvez você também adore a música Happy (Pharrell Williams) mas… né?

Enfim… eu superindico. Vai pro cinema, compra seu ingresso e boas risadas.

Juliana Castellan | Redatora Publicitária
julianacastellan.com.br

20 comentários
Deixe um comentário pra mim!

  1. 25.janeiro.2015

    Tô com uma mega vontade de assistir. Não gosto de filmes nacionais, confesso que tenho um certo “preconceito”, mas quem assistiu diz que é legal e gostei da propaganda, então… rs.
    Beijão!
    http://bem-alem.blogspot.com.br

    • 26.janeiro.2015

      Kah! Mesma situação que eu… também não assistia filme nacional. Mas na virada, umas amigas me falaram sobre Os Homens São de Marte… E É pra Lá Que Eu Vou! e também Minha Mãe É Uma Peça… ainda não assisti nenhum dos dois (rs!)… serão os próximos. Mas Loucas Pra Casar eu recomendo muito. Você não vai se arrepender. Depois passa pra me contar o que achou.

      Beijão!

  2. 25.janeiro.2015

    Olha, o cinema nacional, principalmente as comédias, têm me surpreendido positivamente nos últimos tempos! Ainda não assisti esse, mas depois do seu post já me animei pra assistir ;)
    Beijo!

    • 27.janeiro.2015

      Manu, várias pessoas já me falaram isso… sempre destacando as comédias… ainda quero assistir algumas.

      Assista Loucas Pra Casar que você vai gostar.

      Beijão!

  3. 26.janeiro.2015

    Adoro visitar o blog todos os dias, além de assuntos diversos a Bruna é uma gracinha. Bem, sobre o filme tinha visto o trailer mas confesso que não fiquei muito empolgada não, mas após o post da Jú acho que vou me arriscar rs…

    Beijos e boa semana

    =)

    • 27.janeiro.2015

      Lidia, o trailer mostra justamente a ideia de mais do mesmo. Sabe? 3 mulheres disputando o mesmo homem… mas o filme é mais que isso. Te garanto que você vai gostar!

      Beijão…

  4. 26.janeiro.2015

    To louca pra assistir esse filme, tão falando super bem dele! =) http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  5. Patricia Dantas
    26.janeiro.2015

    Realmente o filme eh bom(zinho). rsrsrs e eu tive o mesmo pensamento em relação a musica… aff a mesma musica o filme INTEIRINHO??? rsrsrsrs mas valeu a pena!
    Amo as interpretações da Ingrid Guimarães, e ela ta lindissima no filme.
    o final eh realmente surpreendente! :)

    Bjus!!

    • 27.janeiro.2015

      Patricia, se tem uma coisa a qual o trailer foi fiel… adivinha… foi a música! rsrs…

      Beijão…

  6. Camila Angélica
    26.janeiro.2015

    Eu amei esse filme e os que tem o Leandro Hassum também estão tornando os filmes brasileiros bons!
    Gostei mesmo do filme e confesso que fiquei com um pouco de medo de ficar doida até o casamento hahahaha

    • 27.janeiro.2015

      Camila, pois é! As ciumentas que se cuidem… rs… sem contar o leve toque de “O Amor É Cego” que tem aí, né? rsrsrs…

      Beijão!

  7. aline
    26.janeiro.2015

    AMEI o filme o final me deixou reflexiva demais, um filme que parece tão mais do mesmo, se revela… SUPER

  8. Anônimo
    26.janeiro.2015

    Filme bom foi o que eu assisti neste final de semana. INVENCÍVEL ! Super indico.

  9. 26.janeiro.2015

    Eu não minto quando digo que ri o tempo todo! Meu marido ficou até com vergonha de mim. Eu achei incrível porque me fazem rir tanto assim é raro!
    Só decepcionei depois de cena do casamento, porque aí sim, não achei mais graça de nadinha! Achei dramático demais!
    A repetição da música não me incomodou nem um pouco.
    Beijos

    • 27.janeiro.2015

      Bianca, então você teve uma ótima experiência com esse filme, né? Isso é muito bom…

      Beijão!

  10. Thais
    27.janeiro.2015

    Não vi o filme, mas assisti o trailer e a primeira coisa que me passou pela cabeça é que se trata de uma temática que nada tem a acrescentar, somente incentivar os estereótipos e preconceitos. Mulheres sempre doidas pra casar, não importando nem se for com um cara cafajeste e cheio de amantes.
    Pelos comentários aqui, parece que o trailer não foi muito fiel ao filme… Tomara! Não tenho nada contra filmes brasileiros, pelo contrário. Espero que efetivamente o trailer tenha me passado a idéia errada.

    • 27.janeiro.2015

      Thais, realmente o trailer é bem infeliz e passa essa ideia limitada. Vejo que muitas pessoas estão deixando de assistir o filme por causa disso. Te garanto que a história vai bem além dessa temática, pode assistir tranquilamente. Você vai se surpreender… e se assistir, volta para contar o que achou… tá? rs…

      Beijão!