05  03
2017
Decoração

Estilo Kintsugi na decoração: já conhece?

Já ouviu falar na técnica kintsugi? É um estilo de arte japonês em que peças de cerâmica são quebradas e montadas novamente deixando as rachaduras aparentes e destacadas.

Uma das filosofias desta arte é que as pessoas possam aceitar a imperfeição e enxergar nas rachaduras e cicatrizes da peça algo belo, pois uma peça cerâmica pode ser feita idêntica milhares de vezes, mas quando quebrado, nunca quebra da mesma maneira. Cada objeto se torna único com esta técnica.

Estes objetos trazem à decoração exclusividade, além de trazer uma boa meditação sobre a arte. Veja abaixo algumas peças que foram utilizadas a técnica kintsugi.

Decoração estilo Kingtsugi

Reprodução

Agora quando você quebrar uma cerâmica na sua casa, não precisa mais jogar os cacos fora. É só adotar o estilo kintsugi!

E se você prefere adotar um único estilo na hora de decorar, não perca o outro post que fiz contendo 5 estilos para quartos de casal.

5 comentários
Deixe um comentário pra mim!

  1. Josi
    05.março.2017

    Olá Bruna. Esse dias descobri sua página no YouTube. Me identifiquei com vc e comecei a assistir todos os seus vídeos. Nunca havia tido interesse em conhecer blog. Então como não vi mais nenhuma postarem no YouTube decidi ver qual era a do blog.
    Bom, primeiramente quero te elogiar pelo teu trabalho.
    Você realmente é muito boa no que faz.
    Muito interessante essa técnica kintsugi. Principalmente a idéia da decoração dos pratos na parede onde as linhas foram encaixadas como veias.
    Bjao

    • 07.março.2017

      Obrigada Josi!
      Seja bem-vinda ao blog. :)
      Vou voltar em breve para o YouTube também, é que como faço tudo sozinha não é fácil dar conta de tudo e ainda da casa para cuidar tbm, mas espero conseguir muito em breve! <3
      Um beijo e fico feliz que tenha gostado!

  2. 06.março.2017

    Que legal!

    Conhece alguém que recupere peças assim aqui em Brasília?

    Beijos e sucesso!!!

    • 07.março.2017

      Fico feliz que gostou!
      Em Brasília não conheço Sabrina, mas não deve ser difícil de achar hoje em dia com tantas redes sociais! :)

  3. 12.março.2017

    nossa que nervoso desse negocio. Gente, nunca iria conseguir comprar isso. kkkk
    Mas tem gente que gosta de uma coisa diferente ne? Rs
    Bjs