Sobre

Comprando meu Apê é o blog para você conquistar o imóvel próprio e muitos outros sonhos!

Olá, eu sou a Bruna Dalcin, Empreendedora Digital, apaixonada pelo mundo da organização e finanças pessoais. Comprei meu apartamento aos 27 anos de idade e quitei o mesmo aos 30, trabalhando como a maior parte dos assalariados brasileiros. Graças à uma mentalidade baseada na Organização aliada aos meus estudos em Finanças Pessoais venho realizando muitos outros sonhos de consumo como viagens, festa de casamento, reforma/decoração do apartamento, intercâmbio etc. Em 2010 criei o blog Comprando meu Apê para ajudar outras pessoas a realizarem todos os seus maiores sonhos também!

A vida é feita de sonhos e propósitos.

Se você tem vontade de comprar um apartamento ou casa, fazer uma festa de casamento, ter filhos e dar o melhor à eles, viajar o mundo, comprar um carro, montar um negócio, fazer um intercâmbio no exterior ou qualquer outro objetivo que precise de dinheiro, aqui é o seu lugar.

O Comprando meu Apê não é para quem espera cair do céu ou ganhar dinheiro em loteria para só então, conquistar seus objetivos.

É para quem está disposto a lutar diariamente pelos seus sonhos. Para isso, te convido a acompanhar as minhas dicas que irão mudar a sua mentalidade e a relação que tem com o seu dinheiro.

A minha missão é te ajudar com a conquista dos seus sonhos através do Mundo Mágico da Organização, com isso você irá aprender a sair das dívidas e nunca mais voltar para elas, saber como cuidar do que ganha e onde investir o seu dinheiro para você chegar onde tanto sonha!

O início de tudo!

Para quem já acompanha a minha história na internet, sabe que criei o CMA em 2010 enquanto meu namorado (hoje marido) e eu estávamos comprando nosso primeiro imóvel na planta diretamente com uma construtora.

Logo no primeiro mês após a compra, descobri que fomos enganados pelo corretor de imóveis com questões de taxas e juros que não estavam tão claras no contrato e que ele nos explicou de forma bem “maquiada”. Foi então que resolvi alertar e espalhar a verdade para o máximo de pessoas que eu pudesse usando o poder da internet, foi então que surgiu o Comprando meu Apê!

Por sorte, ou melhor, graças aos meus pais que desde cedo me ensinaram a nunca fazer dívidas, sempre poupar e investir grande parte do meu salário, não foi algo tão desesperador para mim. Para o meu namorado, já foi um pouco mais complicado já que praticamente toda a economia que ele tinha feito, havia sido paga no ato da entrada (na assinatura do contrato).

Nunca fui fã de dívidas e parcelamentos, até para comprar o meu primeiro carro juntei cada centavo durante anos para pagar à vista, então imaginem estar pela primeira vez em uma dívida tão grande quanto a de um imóvel, mesmo tendo sido planejada para poucos meses, era muito aterrorizante para mim!

Mas o fato desse “juros surpresa” não estar em nossos planos, mudou muita coisa e a partir de então sabíamos que os nossos esforços teriam que ser aumentados naquele período de três anos até a entrega das chaves, afinal nossos salários não eram lá “grandes coisas”.

Traçamos a meta de não apenas pagar o valor das chaves, mas de quitar o valor TOTAL do imóvel para não entrarmos em financiamento com o banco. Na minha cabeça eu tinha bem claro que pagar um imóvel por 30 a 35 anos era fora de cogitação, pois sabia que iria acabar pagando o valor de 2 a 3 imóveis por causa de tantos juros no fim das contas. Se fosse para financiar tanto tempo, preferia nem comprar, seria mais vantajoso casar e morar de aluguel.

Nesse meio tempo, troquei o emprego atual, que não tinha registro em carteira, por um emprego com carteira assinada e com um pouco mais de benefícios. Era mais próximo da casa dos meus pais onde morava, menos gastos com combustível já ajudaria bastante. Iria ter FGTS, 13º, férias, vale-refeição e ainda por cima receber pelas horas extras que fazia (algo surreal no meio do Design/Publicidade!).

Enquanto isso o namorado trabalhando ainda mais, fazendo renda extra também (nem feriados como Carnaval escapavam!). Ah e eu, ainda arrumava um tempinho a noite em casa ou entre um job e outro na agência para escrever o blog e aos finais de semana gravava e editava vídeos para o YouTube (naquela época nem sabia que blog, canal etc. poderiam ser negócios!).

Nosso foco era tão grande no objetivo de quitar esse apartamento o mais rápido possível, que ao longo desse período fomos amortizando várias parcelas enquanto o empreendimento ia sendo construído com o cuidado de sempre averiguar se tudo estava avançando corretamente. Lembrando que imóvel na planta é sempre um grande risco, já que enquanto não é finalizado, significa apenas uma promessa, que fique bem claro.

Faltando aproximadamente seis meses para a entrega das chaves do apartamento, estressada com problemas de gestão da agência e com a minha saúde mental e física afetada, saí do meu emprego recebendo toda a rescisão (FTGS, etc.).

Decidi não procurar mais emprego (percebam que fiquei traumatizada!).

Nessa fase descobri que tinham blogs e canais se tornando negócios digitais e que o meu blog já era bem grande para aquela época (início de 2013). Como naquele momento tinha tempo de sobra, resolvi me dedicar integralmente ao CMA, que era o que me dava mais paixão em fazer todos os dias mesmo sem ganhar um real por isso.

Mas obviamente não dá para pagar contas apenas com paixão, então estipulei mais um objetivo: transformar o CMA em um negócio de verdade. Defini como meta que em no máximo 5 meses o capital de giro do meu negócio teria que pelo menos se igualar ao valor do meu salário do último emprego, do contrário eu voltaria para o mercado de trabalho novamente.

Meta alcançada faltando 45 segundos para o fim do 2º tempo! \o/

Um mês antes da entrega das chaves nós já tínhamos conseguido juntar todo o dinheiro para quitar o apartamento, incluindo aqueles “juros surpresa” e a documentação também!

Por isso sempre falo, quando temos um propósito maior, ou seja, se aquilo é algo que nós REALMENTE queremos, damos um jeito de conseguí-lo.

O que você precisa é estabelecer uma única coisa e ela deve ser a sua prioridade master!

Para conquistar essa “única coisa” você vai precisar de mais dois ingredientes: informações corretas para a trajetória e unir à sua força de vontade interior.

As informações corretas você pode conseguir aqui comigo no Comprando meu Apê, mas não se esqueça de que colocar tudo em prática cabe somente à você!

Desde que alcançamos o objetivo da compra do apartamento e tantos outros como, reformá-lo e decorá-lo, fazer uma festa de casamento, ter uma lua de mel em Cancun no México, viajar para alguns países como Espanha, Argentina e Estados Unidos, e até o meu tão sonhado intercâmbio de inglês no Canadá (que só pude fazer depois de casada), sinto uma vontade imensa de ajudar outras pessoas a conquistarem seus sonhos também. Isso realmente virou o meu propósito de vida!

AH! E embora alguns educadores financeiros digam que não é um bom negócio comprar uma casa ou apartamento, eu defendo que toda família deveria ter pelo menos um imóvel próprio na vida desde que seja na fase correta e com planejamento antecipado.

Não há nenhum problema em morar em um imóvel alugado, afinal ali também é um lar. Um imóvel alugado é maravilhoso enquanto somos jovens ou estamos em fases de mudanças e transições pessoais/profissionais, mas chega um momento da vida em que sentimos a necessidade de criar raízes e ter uma base mais sólida.

Nada melhor do que não ter aquele medo de que o proprietário a qualquer momento peça para você e sua família deixarem o imóvel. Sem contar que é uma delícia planejar, reformar e decorar cada cantinho do nosso lar, do jeito que a gente quer e com a nossa personalidade. Quem acompanhou a nossa saga da reforma aí levanta a mão?

Por falar nisso, eu também mostrei aqui no blog, o planejamento financeiro para a compra, reforma e decoração do nosso apartamento, assim como a organização e o planejamento da nossa festa de casamento e lua de mel. Se quiserem conferir é só acessar pelos menus.

Assim como tudo que falei até aqui, depois de conquistar o tão sonhado imóvel, é hora de celebrar e morar. E a partir de então cuidar dele diariamente, do nosso casamento e da nossa família.

O problema é que nesta fase com tantas coisas novas acontecendo, muita gente deixa o maravilhoso mundo do planejamento financeiro de lado, o que é totalmente errado já que é a base de tudo. E outros fatores assim como ele também são primordiais, tais como rotinas de organização da casa e até mesmo o nosso desenvolvimento pessoale profissional.

Devemos tornar a Organização um hábito para otimizarmos o nosso tempo e para que possamos ter qualidade, paz e harmonia na vida pessoal, conjugal e familiar. Dessa forma, temos tranquilidade em saber que a realização de novos sonhos será sempre possível e sem sustos pelo caminho!

Quer aprender a fundo com quem já passou por tudo isso e que a cada dia aprende mais e mais?

Vem comigo e acompanhe todos os posts aqui do Comprando meu Apê!

Bruna Dalcin

AHH! Não deixe de me seguir também nas redes sociais pois nelas eu posto conteúdos exclusivos:

 

 

Quer divulgar a sua marca no blog através de banners e/ou publieditoriais?

Solicite o mídia kit completo com os valores para publicidade e opções de parcerias através do email contato@comprandomeuape.com.br ou preencha o formulário!