12  07
2013
apartamento | Arquitetura e Decoração | colega de quarto | Comportamento | Decoração | dicas | dividir apartamento | estudantes | indicação | morar sozinho | república | roommate | Variedades

Roommate: dicas para dividir apartamento

Ultimamente recebi alguns e-mails de leitoras pedindo para dar dicas pra quem saiu da casa dos pais e mora em um apartamento no estilo república, ou seja, dividindo com outras pessoas, sejam estudantes ou não. E algumas também me pediram para dar uma ajudinha de como fazer para sair da casa dos pais e serem mais independentes.

Eu pensei e repensei para falar sobre o assunto, pois eu mesma nunca fiz isso, moro ainda na casa dos meus pais, que aliás foi uma escolha minha, pois no meu caso moro perto da capital de São Paulo e não precisei me mudar para poder cursar uma faculdade. Mesmo assim eu poderia já ter saído de casa, mas não quis porque eu não queria gastar com aluguel, preferi investir este dinheiro em um imóvel na planta como vocês já sabem e estou esperando a entrega das chaves para poder realizar esta nova etapa na minha vida.

Mas como o blog é feito para vocês, então fiz uma boa pesquisa, falei com pessoas que vivem essa experiência e então vamos às dicas. Espero que gostem!

Imagens: Reprodução

Bom, creio que todo mundo já sabe que a primeira coisa a fazer é se planejar financeiramente para conseguir sair da casa dos pais, então nem vou me aprofundar nisso, ok?

Então a segunda coisa é procurar um apartamento!
Para quem decidiu ir morar sozinho, não tem nenhum segredo, é só ir em imobiliárias ou olhar pela internet algum que tenha uma boa localização pra você e que caiba no orçamento. Mas e para quem não pode arcar sozinho com as despesas ou simplesmente não quer se sentir solitário, já dá um pouquinho mais de trabalho!

Fiquei sabendo de um site muito bom para quem não conhece ninguém na cidade onde irá morar. Trata-se do Easy Quarto! Basta preencher alguns itens como por exemplo o valor máximo que pretende pagar, preencher o seu perfil e você pode escolher qual anúncio encaixa melhor no que você procura.
A dica que eu dou é olhar bem o perfil das pessoas que moram naquele apartamento. Como por exemplo se ela é fumante ou não, qual a rotina de horários. Questione tudo antes para não ter muitas surpresas depois. Mas principalmente, converse muito com os seus pais sobre o assunto, a melhor coisa na hora de sair de casa é não sair brigado com eles! ;)

Mas e depois que você finalmente conseguiu achar o apartamento, como fazer para conviver com as pessoas que você nem conhece ou mesmo que sejam seus amigos, têm personalidade bem diferente da sua família?

Dividindo as compras!
Os produtos básicos para a casa, como papel higiênico, produtos de limpeza, arroz, feijão, óleo etc devem ser comprados e divididos igualmente. Já os supérfluos como guloseimas, iogurte, queijos etc devem ser comprados individualmente, cada um compra o seu e paga também!
Divida as prateleiras da geladeira e as nomeie, isso funciona muito para não haver confusão.
Há quem prefira fazer compras e deixar tudo junto, mas neste caso há de se conhecer bem as pessoas.
E quando for cozinhar, seja educado e pergunte se o seu roomate aceita!

Organização é tudo!
Mantenha o ambiente sempre organizado. Tente não deixar roupas espalhadas, toalha no banheiro. Se comeu um salgadinho, jogue o saquinho no lixo na hora para não correr o risco de esquecer e deixar o seu roomate bravo! :)

Quem cuida da faxina?
Tudo deve ser dividido! Decidam entre vocês quem lava o banheiro, varre a casa, cozinha ou lava a louça por exemplo. Veja as aptidões de cada um e cheguem a um acordo. Depois é só dividir as tarefas diárias como por exemplo quem leva o lixo pra fora, quem tira as roupas do varal etc. Se sujou a louça, lave na hora. Nada de fazer o seu roommate de empregado!
Contratar uma faxineira uma vez por semana pode ser uma ótima opção e se o valor é dividido não fica caro pra ninguém!

Namorado (a) e amigos
Estabeleça limites para que os visitantes não virem mais um morador da casa (e o pior, sem pagar o aluguel!). Claro que todos tem direito de receber visitas, mas o bom senso deve existir sempre. A privacidade de cada um deve ser respeitada.

Montando o apê e dividindo as contas!
Se vocês vão começar do zero e o apartamento não tem móveis nem eletros, então o ideal é que cada um compre uma coisa pois na hora de deixar o apartamento, cada um leva o que é seu.
Ah e o óbvio, todas as contas devem ser pagas igualmente. Caso desista antes do término do contrato, é preciso arcar com o combinado e pagar o que deve, assim como deixar o apartamento em ordem.

A decoração
Geralmente quem tem mais aptidão para decorar a casa é quem fica responsável, mas se mais de uma pessoa gostar de decorar e tiverem gostos diferentes, pode haver um conflito. Então tentem chegar a um acordo, quem sabe cada um fica responsável por um cômodo.

A verdade é que não é fácil dividir apartamento com outras pessoas. Se com família, marido e filhos já tem problemas, quem dirá com pessoas de fora. Mas todo mundo vai se adaptando de uma forma ou de outra e o que importa é manter a boa convivência!

Espero que tenham gostado das dicas.
Quem tiver experiências de morar sozinho ou com roommates e quiser contar e deixar dicas aqui nos comentários do blog, fiquem a vontade!

Um beijo!

Quem quiser acompanhar o blog nas redes sociais é só seguir: Twitter  Fanpage ❤ Instagram  Youtube

6 comentários
Deixe um comentário pra mim!
  1. 12.julho.2013

    Nossa, eu tenho certeza de que pra mim não daria certo dividir o apartamento… eu sou muito perfeccionista e meio mandona também… ia acabar tendo conflitos todos os dias, rs.

    Beijos!

    • 12.julho.2013

      É complicado mesmo, mas as vezes em certos momentos da vida não temos muita opção, como o caso de estudantes que são obrigados a irem para outra cidade ou estado. Mas eu tb teria problemas, sou perfeccionista assim como vc heheheheh
      Bjs

  2. 12.julho.2013

    Morei em república cinco anos. Fiz faculdade fora e não tinha como bancar todas as despesas sozinhas, assim no primeiro ano morei com mais 4 meninas. Dividi quarto em boa parte desses anos e olha gente, não é nada fácil. As criações sempre são diferentes, sempre tem aquela pessoa mais porquinha, nada organizada e esses predicados super interferem quando a outra pessoa é organizada, gosta das coisas limpas… fora o compromisso em deixar as contas em dia e a convivência também. Graças a Deus tive pouquissimos problemas, tive desentendimento apenas duas vezes (acho pouco pelo tempo que convivi com essas pessoas).

    Mas acho que é válido morar fora, a gente cresce muito, pois temos que lidar com coisas, que quando estamos no conforto da casa dos pais nós não precisamos enfrentar, desde as coisas mais simples até as mais complicadas (estudar, estagiar, lavar roupa, cozinhar, limpar a casa, pagar as contas, fazer compras e ainda fazer os trabalhos da facu não é nada fácil gentii, rs).

    A experiência é super válida, mas díficil, pois somos diferentes e conviver com o diferente é complicadíssimoooo, mas recomendo! rsrs

    • Manuela
      12.março.2014

      Curtxi! :D

  3. Manuela
    12.março.2014

    Mês que vem irei morar em outra cidade, passei no vest pra la. Sou um pouco difícil de lhe dar, pois sou chatinha kkkk.. sou filha caçula meio mal criada kkkk e não faço nada em casa além de arrumar o meu quarto quando u quero. Kkk enfim, vamos ver como será essa experiência…

    • 13.março.2014

      Me conte depois Manu, eu gostaria muito de ter vivido essa experiência na minha adolescência e na época da facu!
      Bjus e boa sorte!!!