26  04
2016
Burocracia | Finanças

Moradia: Comprar ou Construir uma casa?

Quando se está pensando em investir em moradia própria, muitas vezes surge aquela dúvida do que é mais vantajoso para si: construir uma casa ou comprar uma pronta? Logicamente que isso envolve muita cautela e análise de alguns pontos importantes, pois para cada família um tipo de investimento se encaixa melhor.

Casa: comprar ou construir?

Construir

Ao planejar e administrar uma obra para construção de uma casa, é considerável que a economia será muito maior. Mas é preciso analisar se será possível levar a obra toda até o fim, incluindo detalhes e acabamentos. Nesse caso, é preciso ter paciência para planejar e acompanhar a obra, pesquisar preços de materiais, supervisionar e avaliar o trabalho dos empreiteiros. Antes de começar é bem legal fazer uma planilha com os possíveis gastos. Dá para pesquisar detalhadamente e pedir orçamentos com empreiteiras para a planilha ficar completa.

Casa: comprar ou construir?

Geralmente para começar a construção de uma nova casa, a família precisará de algum recurso financeiro guardado para investir nesse patrimônio. É aqui que notamos a necessidade e vantagem do planejamento: a obra poderá ser realizada e planejada de acordo com os recursos financeiros já disponíveis e a quantia que pode ser comprometida da renda familiar.

Uma grande vantagem de se construir sua casa é poder escolher o terreno, bem como sua localização e disposição dos cômodos da casa. Você pode fazer do jeitinho que sonhou e dar prioridade para determinados cômodos mais usados pela família. Como a casa será exatamente como sempre quis, poderá economizar em alguns itens e gastar mais em outros que julga mais importantes.

Comprar na planta

Se vai comprar uma casa ou apê na planta, onde as prestações da entrada serão divididas durante a obra e o restante será financiado em alguns anos, não se esqueça que parte do valor pago não será investimento no patrimônio e sim valor pago aos encargos do banco. Mas por outro lado, se você não é um bom poupador, pagar parcelas poderá ser a melhor solução para conseguir seu imóvel próprio.

Nesse caso também é necessário um certo planejamento financeiro para que as prestações não comprometam grande parte da renda familiar, e sempre levar em conta os gastos “extras” que aumentam o valor que você pagará no seu imóvel (que muitas vezes esquecemos de incluir nessas contas), como o INCC, Índice Nacional de Custo e Construção que todo mês corrige o valor do saldo devedor do seu imóvel, o que pode trazer “surpresas desagradáveis”, como essa:

Você, inicialmente ao comprar o imóvel na planta, ia financiar com o banco 100 mil, passados cerca de dois anos, na hora da entrega das chaves, após essa correção terá que financiar 120 mil. Isso poderá causar um certo desespero se a sua comprovação de renda não for suficiente para financiar esse valor, certo? Então é sempre bom ter uma “folga financeira” ou dinheiro guardado para esse probleminhas.

A vantagem de se comprar um imóvel na planta, é que você não precisará se preocupar com a obra. Se você não tem paciência de lidar com detalhes e pesquisas, comprar um imóvel pode ser melhor do que construir.

Casa: comprar ou construir?

Imagens: (via)

Comprar pronto

Se for comprar pronto e financiar, a vantagem é que a entrada e valor total do imóvel não será corrigido pelo INCC, mas ainda estará pagando um valor alto ao banco que não está investido no imóvel, são apenas encargos. Nesse caso, não haverá a ansiedade de esperar um imóvel na planta ficar pronto, mas se for antigo pode ser que tenha que gastar com reformas mais pesadas, o que se traduz em gastos extras.

Espero que esses pontos considerados no post sejam uma ajudinha extra na hora da decisão do investimento imobiliário de vocês! ;)

Veja também o post: Quando alugar um imóvel pode ser a melhor opção?

17 comentários
Deixe um comentário pra mim!

  1. SABRINA RIOS
    26.Abril.2016

    Oi Bruna..
    Em 2010 eu comprei um ap na planta, recebi em outubro/2013. ele era bem pequeno 44mts quadrados mas pra mim e meu marido tava ok. Em 2014 engravidei, pari em dez/2014 e aí senti falta de espaço.. Vendi o AP em 2015 e comecei a construir.
    Meu Deus que trabalheira!! mas foi bom, pude escolher tudo até a estrutura já está pronta para mais 02 andares.
    O problema de construir não é o material, isso é até barato (de certa forma) mas a mão-de-obra deixa qualquer pessoa louca..
    Lidar com pedreiros, eletricistas, ajudantes.. esse pessoal é bem difícil.
    Bom ao final da obra o dinheiro acabou.. mesmo planejando, pesquisando .. (tenho a planilha de gastos, cada centavo entra lá). Hoje moro numa casa que ainda não está forrada, pintada, sem janelas e portas imagina que loucura.
    Mas não tenho saudades do ap. Gosto da minha casinha, da bancada linda de mármore, da minha suite.. minha sala é gigante.
    Bom os móveis eu aproveitei alguns do ap..outros terei que comprar ainda, mas já amo minha casinha .

    É isso, um beijo e depois quando eu arrumar algumas coisas te mando as fotos kk pra vc colocar no tópico do leitor tá.
    Bj

    • 27.Abril.2016

      Ai que relato maravilhoso, um dia tbm quero ter uma casa, apê é algo pra quem precisa de mais praticidade em cidade grande… mas chega um momento que só uma casa é melhor pra família crescer mesmo!

  2. Thais
    26.Abril.2016

    Bruuuuu, ótimas dicas!

    Comprei um ape na planta, porém já assinamos o financiamento. Creio q não teremos esse problema com o INCC. Assim eu espero…

    um beijo, amo o seu blog.

    • 27.Abril.2016

      Obrigada Thais!
      Mas fique de olho no saldo final a pagar, não somente nas parcelas viu! ;)

  3. Juliana
    27.Abril.2016

    Oi Bruna! Muito bom o post.
    Tenho uma dúvida acabo de receber meu apê e tenho a taxa de Incc para ser paga, como posso saber que o valor corrigido está certo?

    • 27.Abril.2016

      Vc entra no site da FGV e procura por INCC-DI, aí é só ir multiplicando!

  4. Dani
    27.Abril.2016

    dificil comprar um imovel com juros tão altos como temos hoje, né Bru? estou comprando uma casinha e vejo que tá ficando quase inviavel tantos engargos, tantas taxas a se pagar…

    • 27.Abril.2016

      Nossa, é duro! Ainda mais no nosso querido país onde imposto é o que mais tem kkkk

  5. Iasmin
    28.Abril.2016

    Só para contribuir: no meu caso, compramos o apartamento na planta, mas financiamos o empreendimento ANTES do início da obra, e não no final, como costuma ser. O bom disso é que você financia o empreendimento no valor cobrado inicialmente, sem esse reajuste. Também foi bom porque conseguimos juros muito bons na CEF e eles não serão mexidos quando houver a entrega do apartamento. Aí ficamos pagando os juros da obra que ia aumentando conforme o percentual do levantamento da obra.

  6. glenda
    28.Abril.2016

    oi, bruna!! eu e meu esposo estamos a procura do ap perfeito e com todas as duvidas possíveis, imagina só rsrs
    nossa como é difícil escolher um local ideal para suas necessidades, e ao mesmo tempo sem saber se o que escolhermos sera o suficiente daqui a uns 2 ou 3 anos com filhos e tal.
    ainda vamos passar por toda parte burocrática de banco e construtora, e qual sua dica e o que podemos esperar pela frente? bjs adoro seu trabalho

  7. 28.Abril.2016

    Comprei meu apê pronto e financiado. Realmente quando você vê o valor da parcela e sabe que somente 1/3 dela representa o valor real do apartamento e o resto é tudo juros, dá uma dor no coração! Mas é muito dificil você conseguir juntar todo o dinheiro para pagar um imóvel a vista não é? O jeito é financiar mesmo!
    Beijos e estou sentindo saudade dos seus videos!!
    http:///blogprimeirospassos.com.br/

  8. Erika D. (@nossoap104)
    28.Abril.2016

    Oi Bruna tudo bem?

    Dei entrada recentemente em nosso AP, uma coisa que você falou que me deixou com a pulga atrás da orelha, se eu financiei agora 130mil do nosso AP… quer dizer que quando for pegar as chaves esse valor será corrigido e eu precisarei passar por mais um tempo esperando o banco aprovar um novo financiamento pra mim?
    Fiquei um pouco na dúvida… me ajuda!

    Beijos, Erika Dias.

    • 29.Abril.2016

      Se vc financiou com a construtora vai acontecer isso sim, mas se vc financiou diretamente com o banco aí tá tudo certo já, não precisará financiar novamente!

  9. Mariana Pires
    30.Abril.2016

    Oi, Bruna!
    De fato, é preciso pesquisar muito o que se deve fazer par não passar apertos depois.
    No meu caso, meu marido e eu compramos a casa (que era padrão da construtora) e quando resolvemos casar, reformamos toda a casa 6 meses antes. E o que vc disse é a mais pura verdade: TEM QUE PESQUISAR!
    Tínhamos em mente o que queríamos fazer na casa e quanto podíamos gastar.
    Optamos por usar bons materiais, principalmente de acabamento para não termos dor de cabeça depois.
    Mas pra que não fugíssemos do valor estipulado, fizemos pesquisa de tudo! Tudo mesmo… desde o cimento até a torneira do banheiro rs
    E posso afirmar com mta propriedade que conseguimos economizar muito mesmo comprando produtos de excelente qualidade.
    Os preços de um mesmo produto variam muito, e quem não pesquisa pag muito mais caro, o que facilita aumentar os custos com a obra.

  10. Paula
    23.Maio.2016

    Parece que hoje em dia é possível financiar a compra do terreno + construção.
    Foi o que uma amiga minha fez.

  11. 09.junho.2016

    Seu post ajudou demais! Eu e meu namorado moramos de aluguel vai fazer quase um ano, nosso maior desejo é ter nosso próprio cantinho. Pensamos em comprar o ape que estamos, porém vamos ter que investir em um financiamento alto e na reforma do ape, que tem alguns probleminhas. Pensamos em construir, mais sabemos que com o financiamento do mcmv não chega a um resultado que vá deixar a gente feliz, estamos em uma super confusão…
    http://www.kailagarcia.com

  12. 14.Abril.2017

    Realmente não é tão simples fazer a escolha entre comprar pronto ou construir.

    Existem vantagens e desvantagens nas duas opções, eu mesmo já construí 20 anos atrás e foi muito trabalhoso (porém gastei menos do que se fosse comprar pronto e fiz do jeito que eu queria) e recentemente comprei imóvel pronto.

    Acredito que é preciso analisar a necessidade pessoal de cada um antes de fazer a opção.

    Parabéns pelo seu blog e postagens. São muito bons!