01  10
2019
Finanças

Como comprar apartamento se não tenho dinheiro guardado?

Como comprar apartamento sem ter um dinheiro reservado?

“Namoro faz 6 anos e estamos querendo algo mais sério (casar! rs). Porém ainda não temos nada guardado e não temos o hábito de guardar dinheiro. Estamos começando agora a poupar um pouquinho por mês, mas para comprar apartamento vamos ter que guardar por anos e mais anos. Poderia me ajudar?”

Essa é uma pergunta que recebi de uma leitora, mas como é uma questão recorrente que recebo, resolvi escrever aqui no blog para ajudar mais mulheres que estão nessa situação!

Comprar apartamento sem ter dinheiro guardado

Guardar dinheiro não é algo habitual para a maioria das pessoas, e isso tem muito a ver com a nossa mente e como ela foi configurada desde que éramos crianças, sabia?

Se na infância não foram introduzidos hábitos relacionados ao dinheiro de forma educativa, provavelmente quando adultos, ele facilmente sumirá rapidamente a cada mês e pode se tornar um problema sério na vida das pessoas.

O nosso cérebro em relação à tarefas e hábitos novos

A nossa mente gosta de recompensas rápidas, então sempre irá preferir momentos de prazer instantâneos. Em compensação, guardar dinheiro não é algo que nos gera uma recompensa prazerosa de curto prazo, principalmente se o objetivo for algo grande como a compra de um imóvel, por exemplo.

Como consequência, ao invés de passar anos e anos acumulando dinheiro para comprar apartamento, nossa mente nos sabota o tempo todo fazendo com que a gente prefira gastar com pequenos prêmios menores diariamente, um chocolate quente na padaria, uma viagem no fim de semana, uma blusinha no shopping e assim por diante.

Passamos anos e anos fazendo isso, mas quando chega o momento crucial onde precisamos “mudar de fase” na vida, cadê o dinheiro para este capítulo da nossa história? Pois é, sumiu!

Um pouco da minha história relacionada ao meu apê

Vou ser bem sincera, anos e anos atrás, muito antes de pensar em casar, eu poderia simplesmente ter seguido essa mesma lógica, me presentear com mimos diários afinal “eu merecia pois trabalhava exaustivamente, pegava muito trânsito e vivia estressada”, mas não foi isso que fiz.

Resolvi pagar o preço e fiz sacrifícios mesmo enquanto a vontade era de passar no shopping para desestressar, e como disse anteriormente, eu nem pensava em me casar ainda, mas sabia que um dia teria que sair da casa dos meus pais para seguir a minha vida.

Enquanto via amigos do trabalho indo em restaurantes e experimentando pratos diferentes todos os dias, optei por levar marmita caseira pelo menos 4 vezes na semana e naquela época não era moda como é hoje, pelo contrário, eu via alguns olhares de discriminação a todo momento e cheguei até a escutar algumas piadinhas.

Em uma época, cheguei a criar até uma marca de bijuterias junto com uma amiga e passava 3 a 4 horas das minhas noites montando as peças para no outro dia vender no trabalho e também para amigos e familiares.

Quando rolavam happy hours em bares badalados de São Paulo, várias vezes ia para casa fazer trabalhos freelancers ou renda extra.

Claro que de vez em quando também curtia momentos de lazer ou separava um dia na semana pelo menos para comer em um restaurante que estava com vontade, mas na minha mente eu adotei a técnica da recompensa pelo esforço. Eu só me daria esse “mimo” se tivesse cumprido minhas metas semanais.

Não foi um período fácil, mas hoje em dia sei que valeu cada sacrifício feito!

Seu cérebro vai tentar te sabotar o tempo todo na jornada

Fazer sacrifícios para um bem maior, é uma tarefa árdua e nosso cérebro sempre procurará o meio mais fácil para gastar a menor energia possível, isso é provado cientificamente. E, por isso, a maioria das pessoas desiste facilmente nas primeiras semanas.

O “segredo” é se questionar a todo momento em relação ao objetivo: “Eu realmente quero comprar apartamento? Realmente o desejo de ter o meu apê é minha prioridade número 1?”

Se você tem esse propósito e ele realmente vem de dentro, você não vai ligar para cansaço, para o que as pessoas estão falando, apenas seguirá em frente com a mente blindada, fazendo o que precisar para atingir o seu objetivo.

Agora, a pior coisa que pode acontecer é você dizer que quer, mas não fazer o que precisa ser feito durante alguns anos, mas chegar lá na frente e querer pegar um “atalho”, mais conhecido como financiamento.

O atalho pra comprar apartamento que custa muito caro!

Aqui no blog, já comentei que fui uma dessas pessoas que caiu, em parte, nessa armadilha do atalho. Estava seguindo firme e forte no meu propósito, juntando e investindo dinheiro, trabalhando muito, fazendo rendas extras, mas faltando poucos anos pra atingir o valor que estipulei, me rendi ao desejo de dar a entrada no imóvel antes do tempo.

Não financiei com banco (menos mal!), mas fechei contrato de um apartamento na planta diretamente com a construtora que seria entregue em 3 anos. O resultado foi pagar um valor maior devido aos juros ao invés de continuar recebendo juros dos investimentos para aumentar o meu rico dinheirinho. Por sorte o apê foi entregue, mas corri um risco grande além de tudo. Controlar a ansiedade é o primeiro passo para o sucesso de qualquer projeto!

Apartamento Bruna Dalcin | Comprando meu Apê

Um pedacinho do meu apê que tanto amo!

É por isso que, hoje com a experiência que adquiri, tanto na prática quanto estudando e conversando com diversas leitoras, tento alertar o máximo de mulheres e casais que estejam pensando em antecipar sonhos.

Somente em pouquíssimos casos vale a pena comprar apartamento através de financiamento, e são raras essas excessões. Depende de uma série de fatores, como região, preço de aluguel em relação à financiamento, subsídios oferecidos pelo governo etc.

Em alguns casos, vale a pena alugar um imóvel, por mais que pareça que você estará jogando dinheiro fora. Tudo é uma questão de sempre fazer contas e mais contas, levando em consideração juros de investimentos, inflação, valor de aluguel, juros de empréstimos etc. e desde que você invista uma boa quantia mensalmente para um dia comprar seu imóvel à vista.

Ah e, se você puder esperar mais e usufruir da casa dos pais, espere, pois os gastos com moradia e todo o restante compromete muito no orçamento.
Por mais que eu quisesse ter o meu lar o mais rápido possível, ter permanecido lá foi o que mais ajudou no processo de quitar o apê na entrega das chaves e não ter precisado entrar em financiamento de banco! #obrigadapaiemãe <3

Portanto, respondendo de uma forma bem direta a pergunta que iniciou esse texto (Como comprar apartamento sem ter dinheiro guardado?): se planejando e colocando o plano em ação!

É muito simples, não tem nada complexo como muitas pessoas pensam. O que vai fazer você chegar no objetivo é a disciplina, somente isso. Keep going!

Na jornada, lembre-se que fazer sacrifícios, não necessariamente tem a ver com fazer coisas que você odeia.

Embora eu estivesse fazendo rendas extras, sempre optei por fazer coisas que me davam certas alegrias, eu encarava como uma “terapia” a hora de montar as bijuterias ou quando estava fazendo trabalhos freelancers de design, aproveitava para exercitar minha criatividade e ganhar ainda mais experiência.

Comprar apartamento sem ter dinheiro guardado

Stylish apartment interior with modern kitchen | New Africa

Dica extra para os casais

Agir com a razão e não com a emoção irá poupar vocês de começarem uma vida a dois endividada. E venhamos e convenhamos que hoje em dia a maioria das separações ocorrem justamente por causa de questões financeiras.

O lazer é parte importante da vida a dois, mas quando o casal assume as contas de comprar apartamento e ainda vem agregado de financiamento, contas, reforma, mobília, enxoval, decoração e sem contar as contas fixas de uma casa, supermercado etc., momentos de lazer podem acabar de uma hora para a outra, e é por isso que muita gente fala que casamento é horrível, mas não enxergam os motivos que a falta de planejamento fizeram a situação chegar nesse ponto.

Seja você solteira, noiva ou namorada, o primeiro conselho que tenho para passar é: junte dinheiro sempre e invista. Não espere arrumar um namorado para começar, pense em você antes de tudo. A pessoa que você conhecer deve vir para agregar na sua vida!

Se você precisa aprender a lidar melhor com o seu dinheiro, investir e também saber mais sobre imóveis e toda burocracia envolvida nessa fase, eu criei uma Comunidade chamada #RumoAoMeuApê onde envio por e-mail muitos conteúdos exclusivos para te ajudar. Quer fazer parte? Inscreva-se aqui de forma totalmente gratuita.

E você não pode deixar de ver esse outro artigo que fiz: Um conselho importante para quem vai comprar imóvel.

0 comentários
Deixe um comentário pra mim!